Quem não gosta, não é mesmo? Há várias formas de se conseguir um desconto. Forma de pagamento e condições de compra são algumas delas. E existem pessoas que sempre dão aquele choro no preço. Quando não somos nós mesmos (rsrsrsrs). Aposto que está pensando naquele amigo ou parente que em todo lugar pede o desconto. Em alguns casos chega a abrir mão da nota fiscal para pagar menos. Vai no mecânico, não pede nota. Vai no dentista, não pede nota. Na área de educação também é muito comum. Várias escolas não emitem a NFS-e (nota fiscal de serviços eletrônica) para os pais e alunos.

Mas você sabia que é possível ter crédito para desconto no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano)? Alguns municípios incentivam o cidadão a exigir a nota fiscal oferecendo descontos em impostos. Em Belo Horizonte temos o “BH Nota 10”. É um programa de desconto no qual uma parte do que gasta com serviços pode converter-se em desconto no IPTU, podendo chegar até o limite de 30% do imposto a ser pago (https://prefeitura.pbh.gov.br/fazenda/bh-nota-10). E o legal é que mesmo não tendo imóvel em BH, você poderá indicar outro para os créditos.

Muito bom o desconto, não é mesmo? Mas como fazer?

Para isto, basta solicitar a NFS-e emitida pelos estabelecimentos prestadores de serviço que pagam o ISSQN. Depois, entre os dias 1º e 30 de novembro, você poderá se apropriar destes créditos através do portal da PBH (Prefeitura de Belo Horizonte). Consulte seus créditos através do link https://bhissdigital.pbh.gov.br/creditoIPTU/consultaCredito.jsp. E lembre-se, é necessário constar o seu CPF no documento fiscal.

Gostou?

Peça as suas notas. Além de ajudar o seu bolso você também influencia e contribui com a comunidade.

Roberto Veloso
Sócio e Diretor de Suporte
Infofisco Sistemas